Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Redemption

Muito sobre nada! Ou nada sobre muito! Depende sempre da perspectiva de quem lê!!!!

Redemption

Amizade vs desilusões

Ao longo da minha “curta” vida sempre tive vários grupos de amigos.

Desses grupos de amigos, há sempre uns que ficam pelo caminho mas há outros que nos acompanham pela vida fora.

Hoje quero falar dos amigos que me desiludiram e que esse motivo levou ao meu afastamento!

Quando conhecemos uma pessoa temos tendência a fazer apreciações pessoais sobre ela. Há quem lhe chame intuição, sexto sentido, sensibilidade! E essa primeira apreciação faz-nos afastar ou aproximar dessa pessoa!

No meu caso específico, a maneira de ser dessa pessoa, extrovertida, conversadora, completamente diferente da minha, ditou a nossa aproximação! O que eu conversava a menos conversava ela a mais! Podíamos estar uma tarde inteira juntas que ela tinha sempre conversa!!!!

E assim nos tornamos BFF ainda em solteiras. Casamos, tivemos filhos, convivíamos quase diariamente. Era raro o fim-de-semana que não juntávamos a família, os nossos miúdos brincavam e davam-se super bem! Apoiávamo-nos no que era preciso.

Mas sempre que convivíamos, era raro o meu marido vir satisfeito! Ele dizia-me que não sabia como eu permitia certas conversas ou certas bocas! Eu respondia que era na brincadeira, que não havia intenção de magoar! Chegávamos mesmo a discutir sobre isso! Mas eu defendia-a sempre, mesmo que às vezes ela mandasse bocas a inferioriza-lo!

Convém não esquecer que eu estava praticamente todos os dias com a minha BFF. Ela referia-se a mim perante terceiros como “a minha x”. Eu contava-lhe certas coisas íntimas e profissionais, problemas que se passavam no trabalho, assuntos confidenciais porque acreditava que ela não iria contar a ninguém, afinal eramos BFF!

Mas…mas com o passar dos tempos fui tomando consciência de certas atitudes dela, certas conversas e tomadas de posição que nada tinham a ver comigo! Atitudes que ela sempre teve ao longo destes anos todos, mas que eu nunca as considerei relevantes! O fato de ela falar de toda a gente, de criticar todos e tudo, de ter uma opinião vincada sobre tudo! E aos poucos comecei a ver com mais clareza…aquelas conversas não me diziam nada!

A gota de água foi uma festa de aniversário de outra amiga, na qual a minha BFF e outras amigas estiveram a espicaçar o meu marido, até que ele rebentou e mandou-as, alto e bom som, à fava (estou a ser suave, foi mais acutilante!)

Elas ficaram todas melindradas e a partir daí a coisa azedou! Disseram-me coisas como “tu és bem vinda…mas o teu marido não”…” estamos a organizar um jantar…tu estás convidada…mas o teu marido não!”

WTF!!! Como que a dizerem-me tens que escolher: ou nós ou o teu marido!!!! Está tudo doido pensei na altura! Nem há nada que pensar…e tomei a opção correta…. optei por me afastar por completo.

Claro que ainda nos cruzamos pelos corredores e cumprimentamo-nos! Bom dia…boa tarde!!!! Mas mais nada! Ela ainda tentou a reaproximação, que não entendia o meu afastamento, que sempre fomos amigas, que ela gostava muito de mim e do meu filho! Mas para mim, já não havia volta a dar! Desrespeitarem o meu marido deliberadamente era desrespeitarem-me também!

Mais tarde vim a saber que mesmo durante a fase em que eramos amigas, ela contava a todas as pessoas a informação que eu lhe tinha contava confidencialmente, do género “a minha X disse isto” ou “ a minha X disse aquilo” e tanto contava informação pessoal como do trabalho! Parece que ela contava porque era uma maneira de se fazer importante…de mostrar que tinha acesso a informação privilegiada!

Eu nem queria acreditar! Como era possível alguém trair assim a minha confiança? Como era possível a minha BFF contar a todas as pessoas o que eu lhe tinha dito confidencialmente?

Foram tempos difíceis, mas aprendi várias lições!

1 – O meu BFF é o meu marido!

2 - A minha vida pessoal só a mim me diz respeito!

3 – Tenho amigas chegadas mas só lhes conto o essencial!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Me, myself and I 12.06.2015 12:16

    É uma desilusão descobrir que alguém a quem abríamos o nosso coração não era merecedora da nossa confiança e da nossa amizade! 
    Descobrir que em troca da nossa ajuda (e muito a ajudei a vários níveis) recebíamos traição!
    Mas já passou e agora estou serena em relação a esse passado!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.